Product SiteDocumentation Site

Fedora 13

Gravar as Imagens ISO num Disco

Como descarregar imagens ISO e criar CDs ou DVDs

Fedora Documentation Project

Fedora Documentation Project

Aviso Legal

Copyright © 2010 Red Hat, Inc. and others.
The text of and illustrations in this document are licensed by Red Hat under a Creative Commons Attribution–Share Alike 3.0 Unported license ("CC-BY-SA"). An explanation of CC-BY-SA is available at http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/. The original authors of this document, and Red Hat, designate the Fedora Project as the "Attribution Party" for purposes of CC-BY-SA. In accordance with CC-BY-SA, if you distribute this document or an adaptation of it, you must provide the URL for the original version.
Red Hat, as the licensor of this document, waives the right to enforce, and agrees not to assert, Section 4d of CC-BY-SA to the fullest extent permitted by applicable law.
Red Hat, Red Hat Enterprise Linux, the Shadowman logo, JBoss, MetaMatrix, Fedora, the Infinity Logo, and RHCE are trademarks of Red Hat, Inc., registered in the United States and other countries.
For guidelines on the permitted uses of the Fedora trademarks, refer to https://fedoraproject.org/wiki/Legal:Trademark_guidelines.
Linux® is the registered trademark of Linus Torvalds in the United States and other countries.
Java® is a registered trademark of Oracle and/or its affiliates.
XFS® is a trademark of Silicon Graphics International Corp. or its subsidiaries in the United States and/or other countries.
All other trademarks are the property of their respective owners.
Resumo
Como descarregar imagens ISO e criar CDs ou DVDs

1. Introdução
2. A transferir
2.1. Escolher CD ou DVD
2.2. A escolher os Ficheiros ISO
3. A validar os Ficheiros
3.1. Validação no Ambiente Gráfico do Windows
3.2. Validação na Linha de Comandos do Windows
3.3. Validar em Mac OS X
3.4. Validar em Linux
4. Gravar
4.1. Gravar discos em sistemas operativos Windows
4.2. Gravar discos em Mac OS X
4.3. Gravar discos em Linux
5. Passos seguintes
6. Nós precisamos da sua opinião!
A. Histórico de Revisões

1. Introdução

O Projecto Fedora distribui o Fedora sob a forma de ficheiros de imagem ISO que pode transferir da Internet. Pode transferir, ou gravar, estes ficheiros de imagens ISO num CD ou DVD em branco e depois usar esse disco para instalar o Fedora num computador.
Este documento mostra-lhe como pode transferir estes ficheiros de imagem e gravá-los num disco usando algumas ferramentas comuns. Este documento assume que não tem nenhuma experiência com o Linux.

Software de terceiros

O Projecto Fedora apenas suporta software que faz parte da distribuição Fedora
Apenas software produzido e disponibilizado como parte do Fedora é suportado pelo projecto. Outro software mencionado neste artigo serve apenas para orientar o utilizador na direcção certa. O Fedora não é responsável, nem subscreve, estes pacotes de software, e a sua utilização é descrita aqui apenas para conveniência do utilizador. Isto não pretende ser um guia abrangente de como gravar ISOs em todos os sistemas operativos.

2. A transferir

Os ficheiros ISO são grandes, por isso podem demorar algum tempo a transferir, especialmente se usar um modem de ligação telefónica. Se tem uma ligação de Internet lenta, considere usar um gestor de transferências. Estes gestores permitem pausar e recomeçar a transferência em horas mais convenientes, e retomam uma transferência que tenha sido interrompida.

2.1. Escolher CD ou DVD

O Fedora é distribuído em vários ficheiros de imagens ISO com um tamanho para CD ou como um único ficheiro de imagem ISO para DVD. Poderá usar o ficheiro ISO para o DVD se o seu computador cumprir os seguintes requisitos:
  • Tiver uma unidade gravadora de DVDs
  • Tiver espaço de armazenamento suficiente para o ficheiro de imagem (aproximadamente 3.5 GB).
  • Usar um sistema de ficheiros que consegue armazenar ficheiros maiores do que 2 GB.
Para gravar o ficheiro ISO de um DVD num disco, o seu computador precisa de ter uma unidade que consiga gravar em DVDs. Se o seu computador tiver apenas um gravador de CDs, que não dê para DVDs, obtenha em alternativa os ficheiros ISO para CD.
Um sistema de ficheiros é um método que o seu computador usa para organizar ficheiros e dados nos seus dispositivos de armazenamento. Alguns sistemas de ficheiros não permitem armazenar ficheiros maiores do que 2 GB, o que os impediria de armazenar a imagem de DVD do Fedora, que ocupa aproximadamente 3.5 GB. O FAT32 é um sistema de ficheiros ainda de uso comum em computadores mais antigos e que se encontra limitado desta forma. O FAT32 era o sistema de ficheiros por omissão para computadores que usavam os sistemas operativos Windows 98 e Windows Me e era também usado em muitos computadores com os sistemas operativos Windows 2000 e Windows XP, apesar de não ser uma escolha por omissão.
Se o seu computador usa Windows 98 ou Windows Me, não transfira o ficheiro de imagem para DVD; transfira os ficheiros de imagem para CD. Se o seu computador usa Windows 2000 ou Windows XP, pode verificar o formato da unidade C:. Clique no botão de Iniciar e faça duplo clique em O MEu Computador. Faça clique com o botão direito na unidade que pretende verificar e escolha Propriedades. A janela resultante mostra o formato desse sistema de ficheiros. A maioria das unidades nos computadores que usam Windows 2000 ou Windows XP estão formatadas como NTFS, um sistema de ficheiros que consegue manipular ficheiros de imagens grandes como as de DVD.
Crie um novo directório para onde possa transferir todos os ficheiros que necessite. Precisa de aproximadamente 700 MB de espaço livre para cada ficheiro ISO para CD, ou de cerca de 3.5 GB para cada ficheiro ISO para DVD.

2.2. A escolher os Ficheiros ISO

The exact files you need from the download server depend upon your system and the version of Fedora you are downloading. The files you need are named in the form of Fedora-<version>-<arch>-disc<count>.iso, where "<version>" is the version of Fedora you wish to download, "<arch>" is your computer's processor architecture, and "<count>" is the disc number for each of the installation CDs. In the case of an installation DVD, DVD is used in the filename.
The computer processor architecture is usually i386 for 32-bit PCs, including the Pentium and Athlon processor families. The architecture is usually x86_64 for 64-bit PCs, including the Athlon 64 processor family. The architecture is usually ppc for PowerPC computers, including most of Apple's Macintosh offerings before they began using Intel chips in the MacBook. If in doubt, your system probably requires the i386 versions.
Por exemplo, se estiver a transferir o Fedora 13 para um computador Pentium 4, o ficheiro correcto é Fedora-i386-DVD.iso. Poderá também necessitar do ficheiro CHECKSUM para verificar se os ficheiros que transferiu estão completos e correctos.
Note que também está disponível um CD do Fedora live. Este disco não contém todos os pacotes de software do DVD ou do conjunto de CDs, mas permite que experimente o Fedora antes de o instalar no seu computador. Para saber mais, consulte o artigo Imagens Live do Fedora disponível em http://docs.fedoraproject.org.

3. A validar os Ficheiros

Poderão ocorrer erros durante a transferência, mesmo se o seu gestor de transferências não acusar nenhum. Como tal, é muito importante verificar se os ficheiros não ficaram corrompidos de alguma forma. Este é o intuito do ficheiro CHECKSUM. Contém uma linha por cada um dos ficheiros ISO disponíveis, tendo um código de verificação do conteúdo, chamado de hash, calculado a partir dos ficheiros ISO originais.

Verificação Automática dos Erros do BitTorrent

O BitTorrent efectua automaticamente esta verificação de erros durante as transferências. Se a sua aplicação de BitTorrent disser que todos os ficheiros foram transferidos com sucesso, poderá ignorar este passo em segurança.

Software de terceiros

O Projecto Fedora e a Red Hat, Inc. não tem qualquer controlo sobre as páginas externas, como as indicadas abaixo, ou sobre os programas que oferecem.

3.1. Validação no Ambiente Gráfico do Windows

Existem alguns produtos gratuitos para validar os ficheiros e os códigos de integridade, com interfaces gráficas simples. Aqui estão algumas referências para programas deste género:
Siga as instruções fornecidas para instalar o programa. Quando o executar, use as ferramentas de selecção de ficheiros oferecidas para seleccionar os ficheiros das imagens ISO transferidas por si. Depois, seleccione o algoritmo SHA256 para o cálculo e execute a ferramenta. O programa leva algum tempo a terminar, dado que tem de ler o ficheiro ISO completo.
Abra o ficheiro CHECKSUM com um editor de texto, como o Editor de Texto, para mostrar o seu conteúdo. Verifique se o código apresentado pela ferramenta, em cada um dos ficheiros ISO transferidos, corresponde exactamente ao código respectivo no ficheiro CHECKSUM.
Se todos os códigos forem validados, poderá então gravar os ficheiros ISO nos discos. Se um dos ficheiros não for validado, poderá ter de o transferir de novo.

3.2. Validação na Linha de Comandos do Windows

Para verificar os ficheiros, utilizando a linha de comandos, descarregue o programa sha256sum.exe disponível em http://www.labtestproject.com/files/win/sha256sum/sha256sum.exe.
O programa sha256sum.exe calcula e mostra os códigos de integridade. Para o usar, grave o sha256sum.exe no mesmo directório dos ficheiros ISO. Seleccione a opção Executar... no menu Iniciar e escreva então cmd, como nome do programa, para iniciar uma janela da Linha de Comandos. Depois, entre na pasta das transferências. Execute o sha256sum para cada um dos ficheiros ISO, como acontece a seguir:
cd "C:\Documents and Settings\Owner\My Documents\My Downloads\Fedora"
sha256sum.exe Fedora-i386-DVD.iso

O programa leva algum tempo a terminar, dado que precisa de ler o ficheiro ISO completo.
Abra o ficheiro CHECKSUM com um editor de texto, como o Editor de Texto, para mostrar o seu conteúdo. Verifique se o código apresentado pelo sha256sum.exe, para cada um dos ficheiros ISO transferidos, corresponde exactamente ao código respectivo no ficheiro CHECKSUM.
Se todos os códigos forem validados, poderá então gravar os ficheiros ISO nos discos. Se um dos ficheiros não for validado, poderá ter de o transferir de novo.

3.3. Validar em Mac OS X

Para verificar os ficheiros, transfira o programa HashTab disponível em http://beeblebrox.org/.
Arraste cada ficheiro de imagem que pretenda validar e solte-o no HashTab. Anote o valor de SHA256 que o HashTab apresenta.
Abra o ficheiro CHECKSUM com um editor de texto, como o TextEdit, para mostrar o seu conteúdo. Verifique se o código apresentado pela ferramenta, em cada um dos ficheiros ISO transferidos, corresponde exactamente ao código respectivo no ficheiro CHECKSUM.
Se todos os códigos forem validados, poderá então gravar os ficheiros ISO nos discos. Se um dos ficheiros não for validado, poderá ter de o transferir de novo.

3.4. Validar em Linux

Open a terminal emulator:
  • no ambiente de trabalho GNOME, clique em AplicaçõesFerramentas de SistemaConsola para abrir a consola GNOME
  • no ambiente de trabalho KDE, clique em Lançador de AplicaçõesAplicaçõesSistemaConsola para abrir Konsole
Vá para a directoria que contém os ficheiros de imagem ISO, depois corra o sha256sum, por exemplo:
$ cd Downloads
$ sha256sum Fedora-i386-DVD.iso

Abra o ficheiro CHECKSUM com um editor de texto, como o gedit ou kwrite, para mostrar o seu conteúdo. Verifique se o código apresentado pelo sha256sum, para cada um dos ficheiros ISO transferidos, corresponde exactamente ao código respectivo no ficheiro CHECKSUM.
Se todos os códigos corresponderem aos códigos disponíveis em http://fedoraproject.org/en/verify, pode gravar o ficheiro ISO para disco. Se um dos ficheiros não for validado, transfira-o novamente.

4. Gravar

O processo para gravar imagens ISO para o discos varia de acordo com o seu sistema operativo e o software que tem disponível. Esta secção fornece um guia para algumas ferramentas de gravação populares.
Se está a gravar um conjunto de CDs do Fedora, pode comprovar que está a gravar os discos correctamente, e que o seu computador pode arrancar destes discos, assim que tiver gravado o primeiro disco do conjunto. Consulte Secção 5, “Passos seguintes” para aprender como arrancar o seu computador a partir de um disco do Fedora. Se carregar em Enter no ecrã de arranque do Fedora, o instalador do Fedora irá dar-lhe a oportunidade de testar o disco. Se encontrar algum problema com o primeiro disco antes de gravar o conjunto todo, pode poupar tempo e discos. Note que a opção de teste do disco está disponível quando arranca a partir do DVD do Fedora ou do CDROM#1 do conjunto de CDs do Fedora, mas não quando arranca a partir de um CD do Fedora Live.

4.1. Gravar discos em sistemas operativos Windows

4.1.1. Gravar discos com o Windows 7

  1. Insira um disco gravável vazio.
  2. Clique com o botão direito do rato na imagem ISO e seleccione Gravar imagem de disco.
  3. Na janela de Gravação de imagens de disco do Windows, verifique que a unidade correta é identificada no selector Gravador de disco, depois clique em Gravar.

4.1.2. Gravar discos em sistemas operativos Windows antigos

O recurso de gravação de CDs incluído no Windows XP e Windows Vista não consegue gravar CDs a partir de imagens e os sistemas operativos Windows anteriores ao Windows XP não possuíam essa capacidade. Portanto, para transformar um ficheiro de imagem ISO num CD ou DVD em sistemas operativos Windows anteriores ao Windows 7, precisa de software de gravação adicional que consiga lidar com ficheiros de imagens ISO. Embora isto seja verdade para a maioria dos softwares de gravação de discos, existem excepções.
Exemplo de software de gravação de CDs para Windows que já pode ter no seu computador incluem o Nero Burning ROM e o Roxio Creator. Se utiliza um sistema operativo Windows no seu computador e não tem instalado software de gravação de discos (ou não tem a certeza se esse software é capaz de gravar discos a partir de ficheiros de imagens), o InfraRecorder é uma alternativa adequada disponível em http://www.infrarecorder.org/, e é livre e de código aberto.
Abaixo encontra uma lista dos passos necessários para gravar uma imagem ISO para um disco, com várias aplicações de gravação de CD conhecidas.
4.1.2.1. Usar o ISO Recorder V2 Power Toy
Obtenha e instale a aplicação ISO Recorder power toy a partir do sítio web http://isorecorder.alexfeinman.com/isorecorder.htm.
  1. No Explorador, carregue com o botão direito no primeiro ficheiro ISO do Fedora.
  2. No menu de contexto, seleccione a opção Copy image to CD (Copiar a imagem para CD).
  3. Siga os passos indicados na janela do CD Recording Wizard (Assistente de Gravação de CDs).
  4. Repita os passos para os restantes ficheiros ISO.
4.1.2.2. Usar o Roxio Easy Media Creator 7
  1. Inicie o Creator Classic (Criador Clássico).
  2. Seleccione Other Tasks (Outras Tarefas).
  3. Seleccione Burn from Disc Image File (Gravar a Partir de um Ficheiro de Imagem).
  4. Escolha o ficheiro ISO do Fedora e grave-o.
4.1.2.3. Usar o Nero Burning ROM 5
  1. Inicie o programa.
  2. Abra o menu File (Ficheiro).
  3. Seleccione Burn Image (Gravar a Imagem).
  4. Escolha o ficheiro ISO do Fedora e grave-o.
  5. Repita os passos acima para cada um dos outros ficheiros ISO.
4.1.2.4. Usar o Nero Express 6
  1. Inicie o programa.
  2. Seleccione a opção Disc Image or Saved Project (Imagem do Disco ou Projecto Gravado).
  3. Aparece uma janela de Abertura de ficheiros. Seleccione o primeiro ficheiro ISO do Fedora. Carregue em Open (Abrir).
  4. Configure a velocidade de gravação do seu gravador. A configuração óptima depende do seu 'hardware' específico.
  5. Carregue em "Next" (Seguinte) para gravar.
  6. Repita os passos acima para os outros ficheiros ISO.

4.2. Gravar discos em Mac OS X

  1. Clique com o botão direito do rato ou faça Control+clique no ficheiro ISO. Aparece um menu de contexto.
  2. Clique em Abrir ComUtilitário de Disco.
  3. Na janela da aplicação Utilitário de Disco, clique no ficheiro ISO, depois clique no ícone Gravar da barra de ferramentas. Uma folha Gravar Disco em desliza da barra de ferramentas.
  4. Insira um disco gravável vazio.
  5. Clique em Gravar. Quando estiver completo, o seu computador ejecta o disco pronto a usar.

4.3. Gravar discos em Linux

4.3.1. Gravar discos no ambiente de trabalho GNOME

O CD/DVD Creator é um software de gravação de discos integrado no ambiente de trabalho GNOME.
  1. Clique com o botão direito do rato na imagem ISO que transferiu. Aparece a caixa de diálogo Gravar para o Disco.
  2. Clique no botão Gravar. O CD/DVD Creator pede-lhe que insira um disco, depois grava o ficheiro de imagem no disco.

4.3.2. Gravar discos com o K3b

O K3b é o software de gravação por omissão do ambiente de trabalho KDE.
  1. Clique em Lançador de Aplicações ApplicationsMultimédiaGravação de CD & DVD para lançar o K3b.
  2. Clique em FerramentasGravar Imagem de CD para gravar um CD, ou em FerramentasGravar Imagem ISO de DVD para gravar um DVD. Aparece a caixa de diálogo Gravar Imagem de CD ou Gravar Imagem Iso1660 Image para DVD.
  3. Use o botão ao lado da caixa Imagem a gravar para procurar o ficheiro de imagem ISO.
  4. Insira um disco em branco, depois clique no botão Iniciar. O K3b grava o ficheiro de imagem para o disco.

4.3.3. Gravar discos com o Brasero

O Brasero é um software de gravação de discos incluido em muitas distribuições de Linux, numa variedade de ambientes de trabalho.
  1. Lance o Brasero.
  2. Clique em Gravar Imagem.
  3. Clique em Clique aqui para seleccionar uma imagem e procure o ficheiro de imagem ISO que transferiu.
  4. Insira um disco em branco, depois clique no botão Gravar. O Brasero grava o ficheiro de imagem para o disco.

5. Passos seguintes

Para arrancar o seu computador do DVD ou dos CDs que acabou de produzir:
  1. Insira o DVD ou o CDROM#1, depois desligue o seu computador com o disco na unidade.
  2. Reinicie o seu computador. Assim que o computador arranca, procure uma mensagem que indica que deve pressionar uma tecla para escolher o dispositivo de arranque. Esta tecla veria de computador para computador mas, em muitos sistemas, esta tecla será F12, F2, F1, Esc, ou Delete. Pressione a tecla e seleccione a unidade de CD ou DVD que contém o seu disco.
    If your computer does not offer you a boot menu, and a Fedora boot screen does not appear shortly after the computer starts, you might need to change the computer's boot sequence in its BIOS. Refer to the documentation that came with your computer for instructions. The details of this procedure vary widely from computer to computer.
  3. Quando o ecrã de arranque do Fedora aparece, pode prosseguir com a instalação do Fedora. Consulte o Guia Rápido de Introdução à Instalação do Fedora 13 para instruções básicas para a maioria dos computadores de secretária ou portáteis, ou o Guia de Instalação do Fedora 13 para instruções de instalação mais completas. Ambos os documentos estão disponíveis em http://docs.fedoraproject.org.

6. Nós precisamos da sua opinião!

Se você encontrar um erro tipográfico neste manual, ou se tiver uma sugestão de como melhorar este manual, gostaríamos muito de ouvir o que tem a dizer! Por favor, envie um relatório no Bugzilla: http://bugzilla.redhat.com/bugzilla/ no produto Fedora Documentation.
Quando submeter um relatório de erro, não se esqueça de mencionar o identificador do manual: readme-burning-isos
Se tiver uma sugestão para melhorar a documentação, tente ser o mais específico possível na sua sugestão. Se encontrou um erro, por favor, inclua o número da secção e algum texto circundante, para que possamos encontrá-lo facilmente.

A. Histórico de Revisões

Historial de Revisões
Revisão 13.1-1Mon Apr 12 2010Rüdiger Landmann
Actualizado para o Fedora 13
Inclusão de instruções para o Windows 7