Automatizando a instalação com o Kickstart

As instalações Kickstart oferecem um meio de automatizar o processo de instalação, parcial ou totalmente. Os arquivos Kickstart contêm respostas para todas as perguntas normalmente feitas pelo programa de instalação, como o fuso horário que você deseja que o sistema use, como as unidades devem ser particionadas ou quais pacotes devem ser instalados. Fornecer um arquivo Kickstart preparado quando a instalação começa, portanto, permite que você execute a instalação automaticamente, sem a necessidade de qualquer intervenção do usuário. Isso é especialmente útil ao implantar Fedora em um grande número de sistemas ao mesmo tempo.

Todos os scripts Kickstart e os arquivos de log de sua execução são armazenados no diretório /tmp para auxiliar na depuração de problemas de instalação.

Como realizar uma instalação com Kickstart

As instalações com Kickstart podem ser realizadas usando um DVD local, um disco rígido local ou via NFS, FTP, HTTP ou HTTPS.

Para usar o Kickstart, você deve:

  1. Criar um arquivo Kickstart.

  2. Criar uma mídia de inicialização ou configurar um servidor de inicialização de rede (PXE) que será usado para iniciar a instalação.

  3. Disponibilizar o arquivo Kickstart em uma mídia removível, um disco rígido ou um local de rede.

  4. Iniciar a instalação do Kickstart inicializando o instalador e usando uma opção de inicialização para dizer ao instalador onde encontrar o arquivo Kickstart.

Este capítulo explica essas etapas em detalhes.

Criando um arquivo Kickstart

O próprio arquivo Kickstart é um arquivo de texto simples, contendo palavras-chave listadas em Referência da sintaxe do Kickstart, que servem como instruções para a instalação. Qualquer editor de texto capaz de salvar arquivos como texto ASCII (como Gedit ou vim em sistemas Linux ou Notepad em sistemas Windows) pode ser usado para criar e editar arquivos Kickstart.

A abordagem recomendada para criar arquivos Kickstart é executar uma instalação manual em um sistema primeiro. Após a conclusão da instalação, todas as escolhas feitas durante a instalação são salvas em um arquivo chamado anaconda-ks.cfg, localizado no diretório `/root/`no sistema instalado. Em seguida, você pode copiar esse arquivo, fazer as alterações necessárias e usar o arquivo de configuração resultante em outras instalações.

Ao criar um arquivo Kickstart, tenha em mente o seguinte:

  • As linhas que começam com uma cerquilha (#) são tratadas como comentários e são ignoradas.

  • As seções devem ser especificadas em ordem. Os itens nas seções não precisam estar em uma ordem específica, a menos que especificado de outra forma. A ordem correta das seções é:

    • A seção de comando que contém os comandos e opções reais do Kickstart, conforme listado em Referência da sintaxe do Kickstart. Observe que alguns comandos, como install, são obrigatórios, mas a maioria dos comandos são opcionais.

    • A seção %packages que contém uma lista de pacotes e grupos de pacotes a serem instalados. Veja %packages (obrigatório) - Seleção de pacotes para detalhes.

    • As seções %pre e %post, contendo scripts de pré-instalação e pós-instalação. Essas duas seções podem estar em qualquer ordem e não são obrigatórias. Veja %pre (opcional) - Script de pré-instalação e %post (opcional) - Script de pós-instalação para obter detalhes.

      As seções %packages, %pre e %post devem terminar com %end. Caso contrário, o programa de instalação recusará o arquivo Kickstart. A seção de comando principal não possui instrução final especial.

  • A omissão de qualquer item obrigatório resulta no programa de instalação solicitando ao usuário uma resposta para o item relacionado, da mesma forma que o usuário seria solicitado durante uma instalação típica. Assim que a resposta for dada, a instalação continuará. Observe que se o sistema que você está instalando não tiver tela, você não conseguirá ver o prompt e a instalação parecerá ter falhado.

Verificando o arquivo Kickstart

Ao criar ou personalizar seu arquivo Kickstart, é útil verificar se ele é válido antes de tentar usá-lo em uma instalação. Fedora inclui o utilitário de linha de comando ksvalidator que pode ser usado para fazer isso. Esta ferramenta faz parte do pacote pykickstart. Para instalar este pacote, execute o seguinte comando:

# dnf install pykickstart

Depois de instalar o pacote, você pode validar um arquivo Kickstart usando o seguinte comando:

$ ksvalidator /caminho/para/kickstart.ks

Substitua /caminho/para/kickstart.ks pelo caminho para o arquivo Kickstart que você deseja verificar.

Para mais informações sobre esta ferramenta, veja a página man ksvalidator(1).

Lembre-se de que a ferramenta de validação tem suas limitações. O arquivo Kickstart pode ser muito complicado; ksvalidator pode verificar se a sintaxe está correta e se o arquivo não inclui opções removidas, mas não pode garantir que a instalação será bem-sucedida. Ele também não tenta validar as seções %pre, %post e %packages do arquivo Kickstart.

Disponibilizando o arquivo Kickstart

Depois de criar um arquivo Kickstart, você pode colocá-lo em um dos seguintes locais:

  • Em mídia removível, como um DVD ou unidade flash USB conectada ao sistema de instalação

  • Em um disco rígido conectado ao sistema de instalação

  • Em um compartilhamento de rede acessível a partir do sistema de instalação

Normalmente, um arquivo Kickstart é copiado para uma mídia removível ou um disco rígido, ou disponibilizado na rede. Colocar o arquivo em um local de rede complementa a abordagem usual para instalações Kickstart, que também é baseada em rede: o sistema é inicializado usando um servidor PXE, o arquivo Kickstart é baixado de um compartilhamento de rede e os pacotes de software especificados no arquivo são baixados de repositórios remotos.

Configurando um servidor de instalação oferece algumas informações adicionais sobre a preparação para uma instalação baseada em rede.

Iniciando a instalação com Kickstart

Depois de ter tudo pronto – você criou um arquivo Kickstart válido e tem a mídia de inicialização local ou um servidor PXE disponível, você pode iniciar a instalação do Kickstart. Você precisa usar a opção de inicialização inst.ks= no menu de inicialização (ao inicializar a partir da mídia local) ou adicionar esta opção à configuração do servidor PXE. Para obter informações sobre as opções de inicialização usadas nas instalações do Kickstart, consulte Opções de inicialização do Kickstart.