You are viewing the documentation for a prerelease version. View Latest

Preparando a Mídia de Inicialização

A Equipe do Fedora Docs Versão unknown Last review: currently slightly out of date

As imagens do Fedora são ISOs híbridas e podem ser usadas para criar mídia de instalação com discos ópticos e USB, para inicializar nos sistemas BIOS e UEFI.

Fedora Media Writer

O Fedora Media Writer foi significativamente melhorado e agora é a maneira oficial, testada e suportada de criar mídia inicializável. O Fedora Media Writer é compatível com Linux, macOS e Windows. É uma maneira fácil de criar mídia USB inicializável para instalar o Fedora (ou outros sistemas operacionais). O uso do Fedora Media Writer é fortemente recomendado, embora outros softwares de criação de mídia USB também possam funcionar.

Algumas das novas adições ao Fedora Media Writer incluem o fácil e rápido acesso ao Fedora Workstation e Server a partir da seleção na tela principal. Outras opções estão disponíveis se você selecionar o botão abaixo de Imagem personalizada. Isso oferece uma seleção de várias edições do Fedora, como Xfce ou Mate.

Historicamente, ferramentas universais de criação de USB, como o Unetbootin, são uma forma popular de criar instaladores USB a partir de ISOs destinados a mídias ópticas. Normalmente, elas criam um sistema de arquivos no dispositivo USB extraindo arquivos da imagem e gravando o bootloader syslinux no dispositivo.

Esses métodos contornam a configuração do bootloader incorporada nas imagens do Fedora, que são pré-particionadas e projetadas para inicializar em sistemas UEFI com o SecureBoot ativado, bem como em sistemas BIOS, e, portanto, não produzem resultados consistentes com as imagens do Fedora, especialmente em sistemas UEFI.

Os melhores resultados são obtidos por utilitários que usam um método de gravação direta e não modificam a imagem do Fedora.

Sempre pense duas vezes antes de escrever uma imagem no dispositivo. Os métodos de criação de mídia descritos neste artigo são destrutivos. Todos os dados no pen drive serão apagados durante o processo, portanto, certifique-se de ter um backup dos dados no pen drive. Verifique novamente se você selecionou o dispositivo correto para escrever a imagem!

Instalando e executando o Fedora Media Writer

No Fedora

No Fedora 25 ou posterior, o Fedora Media Writer está disponível no repositório padrão. Você pode usar o comando dnf para instalar o pacote.

  1. Para instalar o Fedora Media Writer, utilize o comando:

    $ sudo dnf install mediawriter
  2. Execute o Fedora Media Writer:

    $ mediawriter

    ou no Gnome 3, selecione Atividades e clique em Fedora Media Writer.

Em outras distribuições Linux

A melhor maneira de instalar o Fedora Media Writer em várias distribuições Linux é usar o pacote Flatpak pré-construído. O pacote pode ser obtido a partir do repositório Flatpak oficial Flathub.org.

  1. Para configurar o Flatpak no seu sistema Linux, siga as instruções na página Documentação do Flatpak.

  2. Execute a aplicação:

    $ sudo mediawriter

No Windows

  1. Baixe o arquivo de instalação mais recente para Windows a partir do GetFedora.org. O servidor detectará automaticamente o sistema em execução e oferecerá o arquivo de instalação correto para a sua versão do Windows.

  2. Execute a instalação clicando duas vezes no instalador, e continue pelo assistente de configuração. O Assistente permite que você personalize a instalação do software se você quiser.

  3. Execute o aplicativo clicando em um atalho.

    No Windows 8 e 10, o atalho do Fedora Media Writer será colocado no menu Todos os aplicativos em F. No Windows 10, você pode digitar Fedora Media Writer na caixa de pesquisa na barra de tarefas.

No macOS

  1. Baixe a última imagem de disco Macintosh (o pacote terá a extensão .dmg) em GetFedora.org. O servidor detecta automaticamente o sistema em execução e oferece um pacote correto para o seu macOS.

  2. Abra o arquivo .dmg, pressione e segure a tecla kbd:[Ctrl] enquanto clica no aplicativo Fedora Media Writer.

  3. Pressione “Abrir” no menu que surgir.

  4. Clique no botão “Abrir” no diálogo de confirmação, se aparecer.

Gravando a imagem ISO em uma mídia USB.

  1. Selecione a Edição do Fedora para a qual você deseja criar uma unidade USB inicializável.

    Imagem da tela principal do Fedora Media Writer
    Figura 1. Tela principal do Fedora Media Writer: Escolha sua Edição do Fedora

    A seleção principal permite que você escolha uma das edições padrão do Fedora, Workstation ou Server. Fedora Media Writer exibe mais detalhes sobre a edição antes de você prosseguir com o download da imagem e a criação do USB. Você pode escolher uma arquitetura diferente, se selecionar Outras variantes.

  2. Selecione “Criar USB Live” para continuar.

    Imagem da tela de informações de distro no Fedora Media Writer
    Figura 2. Informações da distribuição no Fedora Media Writer

    O Fedora Media Writer baixará automaticamente o ISO para você. Se você tiver baixado o ISO antes e colocado no diretório Downloads, ela estará imediatamente disponível para uso.

    Imagem do Download Automático do Fedora Media Writer
    Figura 3. Download automático do Fedora Media Writer
  3. Conecte uma unidade USB na qual você deseja criar uma mídia inicializável.

  4. Para gravar a imagem na mídia, clique no botão vermelho btn:[Write to disk].

    Imagem do botão vermelho de escrita para dispositivo do Fedora Media Writer
    Figura 4. Escrita do Fedora Media Writer para um Dispositivo USB

Outros métodos para criar um USB live

O uso do Fedora Media Writer é altamente recomendado para todos, porque oferece uma maneira confiável de criar um dispositivo USB para instalação do Fedora.

No entanto, alguns usuários experientes podem preferir passar pelo processo de criação manualmente. Se você decidir fazer isso, deverá baixar as imagens de instalação e usar um aplicativo para gravá-las no pendrive.

Se você baixou e verificou as imagens de instalação manualmente, você ainda pode gravá-las no dispositivo USB usando o Fedora Media Writer.

Baixando Imagens de Inicialização e Instalação

O Projeto Fedora oferece diferentes edições feitas sobre medida para alguns casos de usuários específicos. Escolha a melhor edição do Fedora Edition para você. Você também pode construir uma customização do Fedora própria depois de instalado ou por uso de um arquivo de instalação rápida como descrito em Criando um Arquivo de Instalação Rápida.

Instalação rápida requer a mídia de 'netinstall' ou um método de instalação direta, como o PXE; instalação rápida não é suportada com uma imagem live.

Leia mais sobre o Fedora Workstation, Fedora Cloud, Fedora Server e os tipos de imagem disponível em Downloading Fedora.

Você também pode escolher um Fedora Spin apresentando desktops alternativos favoritos ou ferramentas para tarefas especializadas em https://spins.fedoraproject.org.

Verificando a Imagem Baixada

Como erros de transmissão ou outros problemas podem corromper a imagem do Fedora que você baixou, é importante verificar a integridade do arquivo. Depois que as imagens são criadas, uma operação é realizada no arquivo que produz um valor chamado soma de verificação, ou "checksum", usando um algoritmo matemático complexo. A operação é suficientemente complexa para que qualquer alteração no arquivo original produza uma soma de verificação diferente.

Ao calcular a soma de verificação da imagem em seu próprio computador e comparando-o com a soma de verificação original, você pode verificar se a imagem não foi adulterada ou corrompida. Os valores de soma de verificação originais são fornecidos em https://getfedora.org/security/, e são assinados com gpg para demonstrar sua integridade.

Verificando checksums em sistemas Windows

  1. Baixe a imagem do Fedora de sua escolha no https://getfedora.org/ e o arquivo de soma de verificação correspondente em https://getfedora.org/security/

  2. Abra uma sessão do powershell.

  3. Mude para o diretório que contém os arquivos baixados.

    > cd $HOME\Downloads\
    > ls
    
    Diretório: C:\Usuários\Pete\Downloads
    
    Mode                LastWriteTime         Length  Name
    ----                -------------         ------  ----
    -a---        11/25/2014  12:39 PM            272  Fedora-Server-21-x86_64-CHECKSUM
    -a---        11/25/2014  12:39 PM     2047868928  Fedora-Server-DVD-x86_64-21.iso
  4. Carregue os recursos necessários para calcular a soma de verificação.

    > $image = "Fedora-Server-DVD-x86_64-21.iso"
    > $checksum_file = "Fedora-Server-21-x86_64-CHECKSUM"
    > $sha256 = New-Object -TypeName System.Security.Cryptography.sha256CryptoServiceProvider
    > $expected_checksum = ((Get-Content $checksum_file | Select-String -Pattern $image) -split " ")[0].ToLower()
  5. Calcule a soma de verificação da imagem baixada. Isso vai demorar um pouco!

    > $download_checksum = [System.BitConverter]::ToString($sha256.ComputeHash([System.IO.File]::ReadAllBytes("$PWD\$image"))).ToLower() -replace '-', ''
  6. Compare a soma de verificação calculada com a soma de verificação esperada.

    > echo "Download Checksum: $download_checksum"
    > echo "Expected Checksum: $expected_checksum"
    > if ( $download_checksum -eq "$expected_checksum" ) {
    echo "Checksum test passed!"
    } else {
    echo "Checksum test failed."
    }

Verificando somas de verificação em sistemas Linux e macOS

  1. Baixe a imagem do Fedora de sua escolha no https://fedoraproject.org/get-fedora e o arquivo de soma de verificação correspondente em https://getfedora.org/security/

  2. Abra uma janela de terminal e navegue até o diretório com os arquivos baixados.

    $ cd ~/Downloads
  3. Use o utilitário apropriado para verificar a soma de verificação da imagem.

    • Para Linux:

      $ sha256sum -c *CHECKSUM
    • Para macOS:

      $ grep '^SHA256' *-CHECKSUM | awk -F '[()=]' '{ print $4 "  " $2 }' | shasum -a 256 -c

Gravando as imagens em mídia USB

Criando mídia USB com o GNOME Discos

  1. Em um sistema com GNOME, ou com o pacote gnome-disk-utility instalado, abra Discos usando o menu do sistema.

  2. Clique em seu dispositivo USB na coluna da esquerda.

  3. Clique no ícone de menu no canto superior direito da janela e escolha a opção Restaurar imagem de disco.

  4. Navegue até o arquivo de imagem e clique em Iniciar restauração. Após alguns minutos, ele relatará que o processo foi concluído e sua mídia de instalação estará pronta para uso.

Criando uma mídia USB na linha de comando do Linux

  1. Abra uma janela de terminal e insira a unidade USB.

  2. Encontre o nó de dispositivo atribuído à unidade. No exemplo abaixo, a unidade recebe sdd.

    $ dmesg|tail
    [288954.686557] usb 2-1.8: New USB device strings: Mfr=0, Product=1, SerialNumber=2
    [288954.686559] usb 2-1.8: Product: USB Storage
    [288954.686562] usb 2-1.8: SerialNumber: 000000009225
    [288954.712590] usb-storage 2-1.8:1.0: USB Mass Storage device detected
    [288954.712687] scsi host6: usb-storage 2-1.8:1.0
    [288954.712809] usbcore: registered new interface driver usb-storage
    [288954.716682] usbcore: registered new interface driver uas
    [288955.717140] scsi 6:0:0:0: Direct-Access     Generic  STORAGE DEVICE   9228 PQ: 0 ANSI: 0
    [288955.717745] sd 6:0:0:0: Attached scsi generic sg4 type 0
    [288961.876382] sd 6:0:0:0: sdd Attached SCSI removable disk
  3. Use o utilitário dd para gravar a imagem.

    # dd if=/caminho/para/Fedora-Live-Security-x86_64-21.iso of=/dev/sdd

    Preste muita atenção aos dispositivos de origem (if=) e de destino (of=). O comando dd destrói todos os dados no dispositivo de destino. Se você cometer um erro, poderá perder dados importantes.

Criando um CD ou DVD de Inicialização

Além de criar uma unidade flash USB inicializável, você também pode usar as imagens ISO fornecidas para criar mídia ótica inicializável (um CD ou DVD). Esta abordagem pode ser necessária ao instalar {PRODUCT} em um sistema mais antigo que não pode inicializar a partir de USB.

As etapas exatas que você precisa seguir para gravar um CD ou DVD inicializável a partir de uma imagem ISO variam dependendo do software de gravação de disco que você usa. Este procedimento oferece apenas uma visão geral.

  1. Insira um CD ou DVD virgem no gravador de CD ou DVD do seu sistema.

  2. Abra o software de gravação do seu sistema - por exemplo, Brasero em sistemas {PRODUCT} com ambiente gráfico GNOME, ou Nero em sistemas Windows. No menu principal do software, encontre uma opção que permite gravar uma imagem ISO em um disco. Por exemplo, no Brasero, esta opção é Gravar imagem no menu principal do lado esquerdo da janela.

  3. Quando solicitado, selecione a imagem ISO do {PRODUCT} a ser gravada e o gravador de CD ou DVD com um disco vazio dentro (se você tiver mais de uma unidade).

  4. Confirme sua seleção e espere até que o disco seja gravado.